Programa de Pós-Graduação em Jornalismo

Últimas Notícias

Apresentação


Área de Concentração: Processos Jornalísticos

A área de concentração - estruturada em duas linhas de pesquisa (LP1: Processos de Produção Jornalística e LP2: Processos Jornalísticos e Práticas Sociais) - busca contemplar tanto aspectos voltados à epistemologia do Jornalismo, com bases teóricas e conceituais situadas nas dinâmicas, rotinas produtivas e aspectos da produção midiática, quanto às relações do Jornalismo com os demais campos do conhecimento, valorizando as interfaces da comunicação com as representações sociais. As duas linhas de pesquisa convergem no estudo das dinâmicas internas e externas do Jornalismo, oferecendo olhares distintos, e complementares, na observação dos fenômenos (comunicacionais) jornalísticos.

Histórico

O Programa de Pós-Graduação (Mestrado) em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), área de concentração Processos Jornalísticos, foi autorizado pela Capes em 2012 (Proposta APCN 7334), iniciando as atividades no primeiro semestre de 2013.

A aprovação do Programa foi resultado do processo de consolidação do Curso de graduação em Jornalismo da UEPG, existente desde 1985, que possui destacada atuação na área da Comunicação pela trajetória em defesa da qualidade da formação superior, pela atuação do seu corpo docente em pesquisas em Comunicação e pelo nível de envolvimento e participação na comunidade local por meio de projetos e ações extensionistas e de apoio à mídia comunitária e cidadã.

O Programa de Mestrado em Jornalismo, primeiro da área no Paraná e segundo do Brasil, reconheceu desde o início o desafio de integrar a pós-graduação e a graduação, mantendo linhas de pesquisa com participação expressiva de estudantes de iniciação científica e pesquisadores voluntários. Do mesmo modo, sem desconsiderar a trajetória no ensino da graduação, tem promovido a integração entre ações de pesquisa e extensão, de modo a qualificar as reflexões em torno das experiências de produção jornalística e inserção na comunidade local.

Revistas

O PPG Jornalismo aposta em ações de difusão científica ao editar três periódicos especializados na área. A Revista Internacional de Folkcomunicação (disponível em http://www.revistas.uepg.br/ ), editada na UEPG desde 2004, é produzida pelo Programa de Mestrado em Jornalismo da UEPG, em parceria com a Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação (Rede Folkcom) e Cátedra UNESCO/UMESP de Comunicação. Com periodicidade semestral, a Revista Internacional de Folkcomunicação possui conceito Qualis B-3 e é publicada nos meses de abril, setembro e dezembro.

Outra publicação é a Revista Pauta Geral - Estudos em Jornalismo http://www.revistas2.uepg.br/index.php/pauta ). Criada em 2014, com periodicidade semestral, a publicação objetiva divulgar estudos e pesquisas em Jornalismo, seja como resultado de investigação concluída ou em andamento, buscando o fortalecimento do campo jornalístico também em nível de pós-graduação no Brasil.

O PPG Jornalismo também tem participação na editoração da Revista Brasileira de História da Mídia http://www.ojs.ufpi.br/index.php/rbhm/index ), que tem como objetivo principal divulgar pesquisas que enfoquem a relação mídia e história de forma a incentivar a pesquisa nesta área do conhecimento. A revista é uma publicação da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia e possui periodicidade semestral, sendo avaliada como B-2.

O Programa registra atuação junto às principais entidades científicas do país e tem investido em parcerias com outras instituições de ensino no Brasil e no exterior para fortalecimento das pesquisas desenvolvidas pelos grupos.

UEPG e a Região

A Universidade Estadual de Ponta Grossa completou 46 anos de existência em 2016. A instituição está localizada na região Centro-Sul do Estado e abrange 22 municípios em sua área de influência. A UEPG foi criada pelo Governo do Estado do Paraná, através da Lei n. 6.034, de 6 de novembro de 1969, e Decreto no 18.111, de 28 de janeiro de 1970. É uma das mais importantes instituições de ensino superior do Paraná. A UEPG mantém, atualmente, 40 cursos de graduação nas mais diversas áreas de conhecimento e 35 programas de pós-graduação, sendo 25 em nível de mestrado (22 acadêmicos e 3 profissionais) e 10 de doutorado.

O Programa de Mestrado em Jornalismo revela sua importância no contexto da instituição e da qualificação acadêmica na área ao considerar um quadro de desenvolvimento científico que contempla os seguintes aspectos:

a) a qualidade do ensino superior (graduação e pós-graduação) na UEPG;

b) a demanda de profissionais formados em Comunicação por ano no estado do Paraná (cerca e 550 profissionais ao ano);

c) deste total de profissionais graduados por ano no Paraná, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado estima que 450 são jornalistas formados pelas 22 Instituições (IES) que mantêm cursos de Jornalismo no Paraná;

d) a localização geográfica e o eixo temático dos programas de pós-graduação em Comunicação no Estado (quatro programas nas seguintes instituições: Universidade Tuiuti do Paraná, área de concentração Processos Comunicacionais; Universidade Estadual de Londrina, área de concentração Comunicação Visual; Universidade Federal do Paraná, área de concentração Comunicação e Sociedade; e Universidade Estadual de Ponta Grossa, área de concentração Processos Jornalísticos).

Ao canalizar uma demanda específica de formação em nível de pós-graduação e prezar pela capacitação de pesquisadores comprometidos com o desenvolvimento de reflexões que dialogam com o Jornalismo, o Programa de Mestrado em Jornalismo tem buscado desenvolver ações de fortalecimento da pesquisa na área, por meio de intercâmbios com outras instituições e parcerias com os demais programas que se aproximam do seu campo de atuação.