MUSEUMWEEK 2020

MCG homenageia Nelson Leirner

O país perdeu grandes nomes das artes nos últimos três meses. Entre eles está o do artista visual e professor universitário Nelson Leirner, falecido em março, aos 88 anos. De acordo com a Enciclopédia Itaú Cultural, “Suas obras e ações se caracterizam pelo teor reflexivo e polemista. Alternando entre crítica política e social, remissões à arte e ao mercado e referências a divindades e animais, transforma objetos cotidianos em alegorias das situações que pretende destacar”.

Uma da obras de Leirner integra a exposição ‘Fragmentos de uma História’, no Museu Campos Gerais. A colagem sobre envelope ‘Alegria e música em 1999+5’, de 2004, faz parte do acervo particular da professora do curso de Artes Visuais da UEPG, Cristina Mendes. A mostra foi inaugurada em dezembro de 2019 e segue fechada enquanto durar a pandemia do novo coronavírus. Enquanto isso, é possível conferir no canal do MCG no YouTube vídeo em que a curadora da exposição fornece informações de contexto e afetivas sobre cada uma das obras – entre eles, a de Nelson Leirner.

O MCG presta essa homenagem a artistas do Brasil na MuseumWeek 2020, temporada global da Unesco de divulgação de mostras e acervos nas redes sociais e que marca o calendário dos museus desde 2014. Cada dia da semana é reservado para um tema ou hashtag. Esta terça-feira (12) reserva espaço para  #CultureInQuarantineMW ou #culturanaquarentenamw – a ideia é provocar o público a reproduzir em casa obras de museus, galerias, arquivos e bibliotecas. 

Uma das vertentes da produção de Nelson Leirner é justamente se valer de elementos industriais, massivos ou descartes, restos, fora de seu contexto original, dotando-os de valor artístico.

 Acesse:

Visita à exposição Fragmentos de uma História: https://www.youtube.com/watch?v=jGJE0G__ZqU&t=33s

Verbete Nelson Leiner na Enciclopédia Itaú Cultural:

http://http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9429/nelson-leirner

MuseumWeek 2020: https://museum-week.org/

https://www.youtube.com/watch?